domingo, 6 de março de 2022

Morre aos 86 anos, em Natal, o ex-governador do RN, Geraldo Melo, após perder a luta para o câncer

 

Morre aos 86 anos, em Natal, o ex-governador do RN, Geraldo Melo, após perder a luta para o câncer

GERALDO MELO TRABA BALTALHA CONTRA UM CÂNCER. FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK


Morreu na madrugada deste domingo, aos 85 anos, vítima de câncer, o ex-governador e ex-senador Geraldo Melo. O velório acontece no Cemitério Morada da Paz, às 10h e o sepultamento às 16h.

Alguns veículos de comunicação, inclusive, chegaram a noticiar a morte do político na tarde desse sábado, mas a família desmentiu. Geraldo vinha recebendo cuidados paliativos junto aos seus familiares em sua residência, em Natal. Em 2020, Melo foi diagnosticado com câncer na cabeça, doença que se transformou em metástase, atingindo inclusive o pulmão. Desde o início de fevereiro, o estado de saúde dele é bem delicado, como noticiou o Blog do FM.

Na época em que a enfermidade foi diagnosticada, o ex-governador e ex-senador do Rio Grande do Norte passou por uma bateria de exames no Hospital Sírio-Libanês.

Ao retornar para Natal, ele chegou ainda a se internar no Hospital São Lucas.

O estado clínico do político potiguar, que é considerado um dos mais notáveis oradores do estado, é extremamente delicado, diante de um quadro de saúde complicado.

TRAJETÓRIA

GERALDO MELO AO LADO DO EX-SENADOR LAVOISIER MAIA, TAMBÉM FELECIDO FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Geraldo Melo foi governador do Rio Grande do Norte (entre os anos de 1987 e 1991) e senador (entre 1995 e 2003).

Em 2006, candidata-se mais uma vez ao Senado pelo PSDB termina o pleito novamente em 3°lugar atrás da eleita Rosalba Ciarlini e do 2° colocado Fernando Bezerra.

Desde então Geraldo Melo não disputou nenhum cargo eletivo, até 2018, quando resolve disputar as eleições para concorrer uma vaga a senador pelo PSDB, das duas em jogo, Pela coligação Trabalho e Superação, Geraldo Melo senador 456 e Robinson Faria governador 55.

Em toda sua eleição Geraldo falou das suas mãos limpas, que “é preciso mexer na lei”, que ele saiu da cadeira para ajudar o Brasil. O “Tamborete”, como é conhecido, não obteve êxito ficando em 3° lugar atrás dos eleitos Styvenson Valentim (Rede) e Zenaide Maia (PHS), mas à frente do ex-governador e candidato a reeleição para o senado Garibaldi Alves Filho (MDB). No segundo turno, declarou apoio a Jair Messias Bolsonaro (PSL) e disse que não votaria em Fátima Bezerra (PT).

Foi casado com a ex-prefeita de Ceará Mirim, Ednólia Melo.

No início de novembro de 2021, foi eleito novo imortal da Academia Norte-riograndense de Letras (ANL), para a cadeira número 32.

GERALDO MELO ERA CONSIDERADO UM DOS MELHORES ORADORES QUE O RN JÁ TEVE FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK

O jingle (ouça abaixo) de sua campanha Novos Tempos, Novos Ventos”, é até os dias atuais a melhor música de campanha política produzida para uma eleição no Rio Grande do Norte.

Geraldo Melo, com sua oratória impecável, emocionava em cima dos palanques e fazia multidões levantarem as mãos em sinal de aprovação às suas palavras, ao seu nome como candidato.

Geraldo Melo faz parte de uma safra de políticos com perfil de liderança que hoje em dia não mais se vê nas novas gerações.

O “vento forte” chamado Geraldo José da Câmara Ferreira de Melo deixa saudade por todo o Rio Grande do Norte.

Fonte: blogflaviomarinho.com 


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 Comments:

Postar um comentário