sexta-feira, 11 de fevereiro de 2022

Mário Frias curte em dólar e a gente paga a conta

 

Mário Frias curte em dólar e a gente paga a conta

Além dos R$ 39 mil em passagens e diárias, secretário da Cultura foi ressarcido por um teste de Covid que fez por

Fonte: Ciropedia

Reprodução 

Lauro Jardim, colunista de O Globo, revela que durante a viagem de cinco dias que fez a Nova York em dezembro para discutir um projeto audiovisual com o lutador de jiu jistu aposentado Renzo Gracie, o secretário de Cultura, Mario Frias, não gastou apenas R$ 39 mil dos cofres públicos (entre passagens aéreas e diárias).

Além dos R$ 39 mil, a viagem custou mais R$ 1.849 ao erário.

E que fatura foi essa cobrada pelo insigne secretário de Cultura?

Frias pediu (e levou) o ressarcimento desse valor pela "realização de teste molecular diagnóstico para Sars-Cov-2", o popular PCR, conforme detalhamento que consta no Portal da Transparência.

 

Pode isso, Arnaldo?...

Fonte: Ciropedia

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 Comments:

Postar um comentário