domingo, 16 de agosto de 2015

Criança Esperança faz 30 anos com homenagem a Renato Aragão e arrecada 16 milhões

Na edição de 30 anos do Criança Esperança histórias reais emocionam

Leandra Leal, Dira Paes, Lázaro Ramos e Flavio Canto comandaram a festa

Fonte:globo.com

Especial Criança Esperança reuniao atores e músicos (Foto: Globo/Amanda Freitas)
Especial Criança Esperança reuniao atores e músicos (Foto: Globo/Amanda Freitas)


 O Dia da Esperança chegou ao fim com uma arrecação de mais de R$ 16 milhões em doações. Ao longo de todo o sábado, artistas do elenco da Globo e convidados se revesaram no Mesão da Esperança para atender as ligações do público. Para encerrar o dia, um programa especial reuniu atores e músicos para celebrar os 30 anos do Criança Espernança.
Autor do tema de abertura deste ano, Gilberto Gil deu início às atrações musicais do especial Criança Esperança na noite deste sábado, dia 15. Com a canção de mesmo nome do projeto, composta em comemoração aos 30 anos da campanha, Gil contou com a companhia de todos os artistas que fazem parte do programa, revelando um pouco do conceito colaborativo que permeia toda a atração.
Dando boas-vindas aos telespectadores, os anfitriões da festa, Lázaro Ramos, Dira Paes, Flávio Canto e Leandra Leal convocaram o Brasil inteiro a transformar a vontade de um mundo melhor em ação e revelaram o protagonista do espetáculo: o mesão no centro do palco.
"Para celebrar os  30 anos do projeto, a gente chamou essa turma aqui, olha que maravilha, pra atender sua ligação. Deixa eu fazer a chamada!", anunciou Lázaro, apresentando Tony Ramos, Suzana Vieira, Paolla Oliveira, Alexandre Borges, Bruna Marquezine, Deborah Secco, Rodrigo Lombardi, Taís Araújo, Milton Gonçalves, Luís Miranda, Andréa Beltrão, Fernanda Torres e outros artistas que falavam ao vivo com os doadores e interagiam na atração.A banda formada por atores fez sucesso no especial (Foto: Globo/Amanda Freitas)
Thiago Fragoso e Letícia Colin no palco do especial (Foto: Globo/Amanda Freitas)
Trazendo histórias reais de pessoas que foram beneficiadas pelo projeto, Leandra revelou também  que, no 'super mesão', havia ainda uma convidada especial: Maria, que foi uma das primeiras crianças atendidas pelo Criança Esperança, através da Pastoral da Criança, no interior do Sergipe. Da plateia, a líder comunitária da pastoral, Dona Udinha, contou um pouco mais a respeito: "O que mais marcou é poder ajudar as famílias, tirando a fome, a miséria, e todos tiveram um passo a frente na vida. Essa parceria deu vida para milhares de crianças".
Para estimular o público a fazer ainda mais doações, a dupla Tatá Werneck e Bruna Marquezine foi desafiada a pagar uma prenda quando a arrecadação chegasse a R$ 5 milhões. Meta batida, Ingrid Guimarães ficou com a responsabilidade de definir o que as duas amigas teriam que fazer. E as duas, na hora de dançar hits famosos, arrastaram todos para o palco.
A banda formada por atores fez sucesso no especial (Foto: Globo/Amanda Freitas)A banda formada por atores fez sucesso no especial (Foto: Globo/Amanda Freitas)

De diferentes regiões do Brasil, crianças e jovens de instituições apoiadas pela campanha conversaram com Leandra Leal e os demais mobilizadores, que visitaram diversos projetos pelo país nos últimos meses. Para falar da garantia de direitos iguais para todos, Marcos Rossi, que nasceu com uma doença congênita, foi aplaudido pelo presentes e relembrou a infância e a importância do incentivo da família para a realização dos seus sonhos. "A limitação é um conceito que está na cabeça das pessoas. Você tem que acreditar nos seus sonhos, nos seus desejos e correr atrás disso. Determinação foram as minhas pernas e motivação os meus braços", disse Marcos.Dira Paes encontrou no palco a também grávida Deborah Secco e perguntou como a atriz vê o projeto neste novo momento de sua vida. "Pensar no futuro de uma criança hoje tem um peso muito maior, muito diferente de tudo que já vivi antes", conta Deborah. Lázaro aproveitou a turma reunida para garantir uma selfie com os atores do mesão. No terceiro musical da noite, os cantores do palco 'batidão', Murmuzinho, Ludmilla, Anitta e Valesca soltaram a voz com o hit "Happy", e surpreenderam ao interpretar o refrão em libras, a língua dos sinais.
Tema do Criança Esperança este ano, a educação também entrou na pauta do especial, com a presença de uma das professoras de Lázaro, Idalina, e outros mestres. "Cada vez mais é importante valorizarmos a imagem do professor", afirmou Lázaro. Idalina reencontrou alguns de seus alunos em uma homenagem feita em sua antiga escola. Todos usaram máscaras com o rosto dela e depois revelaram suas profissões atuais e como a professora influenciou suas vidas. "Quem agradece sou eu, obrigada por vocês terem sido meu estímulo para viver. É só o que eu sei fazer, gostar de gente, eu gosto de gente. Meu objetivo principal é fazer o ser humano crescer, carregando na mala muito amor, muito carinho", concluiu a professora.
Representando o ideal de que não haja criança sem acesso à escola, educação, comida,  e outros direitos, os artistas do palco 'Sertão', Paula Fernandes e Henrique e Juliano se uniram na canção "Andar com Fé". O momento contou também com discurso por vídeo da jovem paquistanesa Malala Yousafzai, defensora dos direitos das crianças e Prêmio Nobel da Paz.
A segunda parte da festa dos 30 anos do Criança Esperança foi marcada pelo espírito de união de todos os artistas em prol de um futuro melhor para crianças e jovens brasileiros. Dando sequência ao show, Thalles Roberto e Karol Conka levaram um pout pourri de “They Don’t Care About Us”, “Olhos Coloridos” e os  hinos da independência e brasileiro e contaram com o talento do Dream Team do Passinho, que também realizou uma mini-batalha no palco.
Depois, Lázaro Ramos chamou depoimentos de crianças, que responderam à pergunta “o que você quer ser quando crescer?”. A surpresa veio com a revelação de que os pequenos decoraram um texto de sonhos almejados por adultos, alguns conquistados e outros, não. Os mobilizadores fizeram a provocação: se temos os mesmos sonhos, por que não temos as mesmas oportunidades?
Renato Aragão se emociona com a homenagem do Criança Esperança (Foto: Globo/Alexandre Horta)
Renato Aragão se emociona com a homenagem do Criança Esperança (Foto: Globo/Alexandre Horta
Em outro momento de grande emoção, Tony Ramos assumiu o centro do palco e revelou ter recebido uma carta da produção. O ator chamou Renato Aragão e deu voz ao seguinte texto: “Mainha me ensinou que nessa vida, a gente tem que ter fé, e pai diz que a gente tem que sonhar. Eu vou fazer tudo isso e quando acharem que eu cansei, cansei nada! Arrego não, eu sou cabra da peste. Eu sou Didi Mocó. Eu sou Renato Aragão”. Ponto alto da noite, a linda homenagem relembrou a história do artista que é o próprio símbolo da campanha. Tony Ramos narrou um pouco da infância do menino Renato até as conquistas como embaixador das crianças e estrela da TV.
Bastante emocionado, ele falou sobre o que deseja para o projeto nos próximos anos e revelou seu primordial sentimento com o programa: “Eu penso no Criança Esperança como um filho meu. Esse filho cresceu e extrapolou fronteiras. E eu vou estar aqui por mais 30 anos com vocês só para agradecer o carinho com esse projeto. Quem leva esse programa é você de casa, é você que faz a sua doação. Vocês são maravilhosos!”, disse, ovacionado pelos presentes.
Em seguida, a banda formada pelo elenco deu um show de emoção ao interpretar a canção “Brincar de Viver” na voz de Letícia Colin e Otaviano Costa no piano de cauda.
Super Mesão dos atores seguiu atendendo aos telefonemas do público e brincando com os apresentadores para atingir as metas de colaboração. As atrizes Tatá Werneck e Bruna Marquezine mostraram o rebolado ao atingir a meta de doações sugerida por Lázaro Ramos. Ingrid Guimarães sugeriu que a dupla dançasse diversos hits que marcaram os 30 anos do especial. Mas Bruna e Tatá levaram Leticia Spiller e Paolla Oliveira para o desafio, assim como  o Dream Team do Passinho.
Thiago Martins e Thiago Fragoso se uniram aos sertanejos Paula Fernandes e Henrique e Juliano para o medley de “Monte Castelo” e “Pais e Filhos”. A partir do coro de que “sem amor a gente nada seria”, os mobilizadores Flávio Canto e Leandra Leal seguiram estimulando a contribuição do público pelos números 0500 e pelo site, com a ajuda de Mel Maia, reforçando a importância da doação para os 30 projetos selecionados para receber o benefício da campanha nos próximos dois anos.
Na expectativa de um amanhã com direitos iguais para todos, os palcos se misturaram no musical “Imagine”. Durante o número, o rapper Flávio Renegado versou sobre o sonho de um mundo sem guerra e sem fronteiras.
Tocando instrumentos musicais infantis, a banda do elenco deu um tom ainda mais lúdico ao especial com a canção “Ciranda da Bailarina”. Com links pelo Brasil, Flávio chamou ao vivo pelo telão o cantor Leonardo e Eduardo Costa durante um show em Juiz de Fora. Já Dira Paes conversou com Zezé Di Camargo e Luciano, que cantaram os números 0500 para garantir que o público faça sua doação. “Nós todos estamos aqui por um Brasil mais tolerante, mais justo”, falou Leandra Leal. Num lindo coro todos os cantores presentes, Alcione cantou “Peço a Deus” ao lado de Thiago Fragoso, que trouxe o refrão do hit “One Love”, pedindo também por menos maldade e mais paz.
No número de encerramento, ao som do pandeiro, Arlindo Cruz e Alcione puxaram o samba “Conselho” e tiveram a companhia de todo elenco e mobilizadores para o agradecimento final.
O especial Criança Esperança teve direção geral de Rafael Dragaud e os vídeos inspiradores são uma coprodução da Globo com a Bossa Nova Filmes. Até agora, a campanha 2015 já arrecadou  R$ 17 milhões.
Há 30 anos contribuindo para a mobilização em torno da garantia de direitos de crianças e jovens, oCriança Esperança – uma parceria entre a Globo e a UNESCO com milhares de brasileiros – já destinou mais de R$ 290 milhões em doações a projetos beneficiados em todo o Brasil. Este ano, 30 instituições serão contempladas com os recursos arrecadados durante a campanha. Veja a lista completa das instituições.
Números para doação
0500 2015 007 para doar R$ 7,00*
0500 2015 020 para doar R$ 20,00*
0500 2015 040 para doar R$ 40,00*
*R$ 0,39 + impostos por ligação de telefone fixo*R$ 0,71 + impostos por ligação de telefone celular
Todo o dinheiro doado pelo público é depositado diretamente na conta da Unesco e não tem dedução fiscal.

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário