sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Renda em alta! Saiba usar com erros e acertos de famosas.

Consultora afirma que a renda pode ser usada em várias ocasiões e comenta o look da presidente na posse
um dos assuntos fashion mais recentes foi o conjunto nude usado pela presidente Dilma em sua posse, dia 1º. Diferente dos conjuntos de paletó e calça ou saia que a dirigente do País costuma usar, o modelo assinado pela estilista gaúcha Juliana Pereira foi motivo de comentários nas redes sociais, seja pelo corte, pela cor e pelo tecido usado: a renda.



Num primeiro momento, causou estranheza principalmente pela cor clara. É bom lembrar que no discurso da vitória, em novembro, Dilma apareceu com um blazer branco, quando pediu união e prometeu diálogo. Branco é a cor da paz. A escolha do nude e da renda quiseram passar uma imagem mais suave da presidente. Teve efeito.
De acordo com a consultora de moda Márcia Jorge, o modelo não estava tão desastroso, como muitos apontaram. “Talvez um decote que valorizasse seu colo e pescoço, a alongasse mais. A renda passa delicadeza, feminilidade e leveza. O tecido, a cor, o modelo foram estrategicamente escolhidos para a posse de uma governante reeleita por pouquíssima diferença de votos de seu oponente”, afirmou.
Há muito tempo a renda está em alta na moda, assim como o tom nude. Se já habitou o guarda-roupa das mulheres românticas, o tecido agora conquistou todos os estilos. “Em diversos modelos, vai da praia à festa, seja em looks completos, ou aplicações”, explica a consultora. Veja 10 dicas para usar o tecido e como várias celebridades apostam na renda, além de Dilma.




1 - Dependendo da transparência do tecido e se tem brilhos, pode ser over para o ambiente de trabalho.

2 - Toda área coberta por um tecido claro parecerá mais extensa e volumosa, do que uma área coberta por um tecido escuro. É efeito visual. O nude, como o usado pela presidente, é lindo, mas um look completamente no tom incrementa as dimensões de um corpo rechonchudo.

3 - Vestidos tubo, vestidos com saia linha A, as possibilidades são imensas com a renda. Existem as mais estruturadas, as mais leves, com elastano, com brilhos. O importante é gostar do modelo e sentir-se bem e bonita com a peça.

4 - A escolha do modelo e da cor são essenciais para não engordar. Quem quiser parecer mais sequinha deve escolher modelos de rendas mais finas, em tons mais escuros.

5 - Para não exagerar na sensualidade, escolha uma peça que tenha um bom forro que cubra a transparência da renda.

6 - Transparências que mostram demais, em ambientes não descontraídos matam um look.

7 - Sensualizar é uma coisa, vulgarizar é outra! Brincar com a ousadia da transparência da renda é uma coisa, deixar os mamilos saírem entre as tramas do tecido, é outra! Nunca!

8 - A renda mais estruturada é muito poderosa, mas deve ser usada com cautela em regiões em que se deseja disfarçar volumes.

9 - É um tecido que é bonito, principalmente quando de boa qualidade, e pode ser usado por mulheres de todas as idades. Tudo depende da transparência.


10 - Muito cuidado com pulseiras, colares e bolsas com pedras, strass ou brilhantes quando usar uma peça de renda. Engancham e estragam o tecido.

Fonte: moda.terra.com.br

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário